Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O Juquery é aqui!

Aumentar texto Diminuir texto
Na última sexta-feira, estreou em Franco da Rocha, o espetáculo "Juquery: memórias de quase vidas", do Teatro Girandolá, resultado do processo de criação do grupo, sobre o Hospital Psiquiátrico do Juquery e a formação da região de Franco da Rocha, Francisco Morato, Caieiras e Mairiporã.

Em 2012, o grupo resolveu focar a criação do seu novo espetáculo na história do Complexo Hospitalar do Juqueri, espaço emblemático, fundado em 1898 e responsável pelo estabelecimento de toda a nossa região. Depois de quase 2 anos de pesquisa, em sala de ensaio, realizando atividades com os pacientes da instituição e tendo realizado dois ensaios abertos em Franco da Rocha e em Francisco Morato, chegou a hora do grupo mostrar ao público o resultado desse intenso trabalho, que estreou em outro espaço histórico da cidade de Franco da Rocha, a atual Casa de Cultura, que já foi a Biblioteca Municipal da cidade e antes disso, abrigava um grupo escolar.

O primeiro impacto que o público tem é na chegada ao espaço, quando precisa preencher uma ficha médica como se fosse ser internado, a seguir recebe uma pulseira de identificação e todos os seus pertences são confiscados. Um estranhamento perceptível em todos os espectadores. O espetáculo começa do lado de fora da casa, surpreendendo o público que espera um começo tradicional de espetáculo: os presentes são transportados para o final do século XIX, precisamente ao ano de 1898, no discurso proferido pelo Doutor Francisco Franco da Rocha, que inaugurou a Colônica Agrícola do Juquery. Em seguida são convidados a adentrarem ao espaço, trazidos de volta aos dias atuais, quando tem que embarcar num trem lotado com marreteiro vendendo todo tipo de coisa. O anúncio do alto falante informa que todos descerão na "Estação Terminal Juquery".

O espetáculo conta de forma poética e não linear a centenária história de um dos maiores hospitais psiquiátricos do mundo, através de seus personagens contundentes, que nasceram a partir da pesquisa com os próprios pacientes. A plateia disposta em arena e sentada no chão, aos poucos vai mergulhando no universo da loucura institucionalizada e social aceita pela sociedade. As histórias dos personagens vão sendo ligadas e conduzidas pelos trilhos puxados por uma velha senhora que consegue prever o futuro do hospital e das cidades. Confira abaixo as imagens:


O espetáculo ficará em cartaz na Casa de Cultura de Franco da Rocha até dia 23/11, compondo a programação de aniversário da cidade, que comemora 70 anos no dia 30 de novembro, além de circular pelas 4 cidades que um dia foram a cidade de Juquery, Franco da Rocha, Francisco Morato, Mairiporã e Careiras.

A produção e a temporada de estreia desse novo espetáculo está sendo financiada pelo ProAC 2013, Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, a temporada de estreia é uma co-realização da Prefeitura de Franco da Rocha e conta com o apoio das prefeituras de Caieiras e Mairiporã, do Complexo Hospitalar do Juqueri e da Cooperativa Paulista de Teatro.

O espetáculo é recomendado para maiores de 16 anos, será apresentado gratuitamente e atenderá a 40 espectadores por sessão. Os ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência, nos locais das apresentações.

Acompanhe a agenda abaixo e compareça:
08/11 às 20h - Casa de Cultura (Franco da Rocha)
09/11 às 20h - Casa de Cultura (Franco da Rocha)
14/11 às 20h - Espaço Girandolá (Francisco Morato)
15/11às 20h - Casa de Cultura (Franco da Rocha)
16/11 às 20h - Casa de Cultura (Franco da Rocha)
21/11 às 20h - Espaço da Cultura (Mairiporã)
22/11 às 20h - Casa de Cultura (Franco da Rocha)
23/11 às 20h - Casa de Cultura (Franco da Rocha)
29/11 às 20h - NEC Centro (Caieiras)

Endereços: Casa de Cultura – Boulevard Giuliano Cechettinni, s/n°, Centro, Franco da Rocha, SP 
Espaço Girandolá – Av. São Paulo, 965, Vila Suíça, Francisco Morato, SP
Espaço da Cultura – Rua 15 de novembro, 171, Centro, Mairiporã, SP
NEC Centro – Rua João Martins Ramos, 10, Jardim São Francisco, Caieiras, SP

Outras informações: 4488-8524 ou acesse aqui o site do Girandolá e saiba mais sobre o espetáculo.