Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

sábado, 11 de outubro de 2014

do signo

Aumentar texto Diminuir texto





Tudo quando existe é passível de significado, tudo é, portanto, significante.

O signo é a compreensão do significante (que é concreto) e significado (que é abstrato), por isso sempre serão arbitrários.

Discriminações, preconceitos, guerras... derivam da arbitrariedade de significados.

O ser, criador das significações, faz de si um signo detentor de multisignificados, sendo que, alheio às sua insignificâncias, o ser é essencialmente insignificável.


ao insignificável Saussure.