Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Charlis Abraão, ao lado da Orquestra Melhoramentos Caieiras, homenageia e encarna Raulzito em Caieiras

Aumentar texto Diminuir texto
Foi num PEC (antigo MAC) lotado que neste último domingo (13/04) tivemos o prazer de ver em Caieiras-SP um Charlis Abraão possuído pelo espírito do maluco beleza, ao lado da Orquestra Filarmônica Melhoramentos Caieiras, destilar um pouco da obra fantástica de um dos maiores artistas brasileiros. Mais uma vez a cidade prestou uma bonita homenagem ao cantor baiano, num evento que reuniu pessoas das mais diferentes faixas etárias e estilos e certamente agradou a todos.

Como de costume, o impecável vocal de Charlis Abraão marcou presença se aproximando muito do próprio Raul Seixas e, ao lado dos ótimos arranjos e regência do maestro Luiz Crema, não decepcionaram o público, indo dos sucessos mais conhecidos como “Gita”, “Ouro de tolo”, “Tente outra vez”, “Maluco beleza” e “Sociedade alternativa” até outras não tão conhecidas como “Sim” e “Rockixe”. O público aliás foi mesmo o maior destaque do evento, cantando praticamente todas as músicas e em certo momento sendo também regido pelo maestro que fez questão de destacar isso ao final da apresentação dizendo que “(..) foi a primeira vez que o público realmente 'tocou' junto com a orquestra”.

Destaques também para a maravilhosa entrada de Charlis Abraão, com figurinos e incorporando o Maluco Beleza, que levou todo mundo a loucura logo no começo da apresentação e pra belíssima “Seixas”, canção do cantor mineiro-francorrochense em homenagem a Raulzito. Além disso, o evento teve também a presença de Vivi Seixas (filha do próprio Raul), que fez questão de mostrar o RG pra provar que era ela mesmo (fazendo uma bem humorada alusão ao incidente ocorrido com seu pai na cidade), e homenagem a Luiz Bigode, um dos principais responsáveis e organizadores dos lendários “Tributo ao Raul” e um dos maiores entusiasta do “raulseixismo” na cidade.

Aí embaixo você confere como foi esta fantástica apresentação cujo maior mérito foi, além da bonita homenagem ao cantor baiano, reunir idades, gêneros e estilos tão diferentes de uma maneira tão pacífica e tocante que somente a arte pode fazer mesmo. E vamos cantar! “Viva! Viva!...”




.