Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Escambos Psico-Poéticos

Aumentar texto Diminuir texto
No final do ano passado, o Teatro Girandolá teve uma ótima notícia, o grupo foi contemplado pelo ProAC Editais - “Concurso de apoio a projetos de produção de espetáculo inédito e temporada de artes cênicas para artistas residentes em municípios com 500 mil habitantes ou menos no Estado de São Paulo", através do seu projeto "Histórias que o Juquery Conta", antes de ganhar o prêmio o grupo já vinha pesquisando esse Hospital Psiquiátrico, que foi a grande raiz da formação da região em que vivemos.

O projeto abarca diversas ações para a montagem do 4º espetáculo teatral do grupo: atividades com os internos e funcionários do hospital, ações performáticas pelas ruas de Franco da Rocha, pesquisas com os moradores da cidade, e dentre elas o que chamaram de "Escambos Psico-Poéticos", que são mostras do processo de criação seguidas de bate-papo e/ou interações artísticas.
No último sábado, dia 22, aconteceu o primeiro Escambo na sede do grupo, o Espaço Girandolá, alguns dos experimentos cênicos feitos durante a pesquisa foram apresentados, e estavam presentes na plateia diversos artistas francorrochenses, como Pedro Quintanilha, Ranulfo Faria e Erineide Oliveira, que já haviam trabalhado no Juquery, e levam em suas obras e trabalhos muita influência do hospital. A noite foi repleta de histórias da passagem de cada um pelo Juquery, muitas lembranças, músicas do espetáculo "Os loucos Vêem de Fora" - apresentado na década de 70, e muitas emoções, e não poderia ser diferente! Veja as imagens desse encontro Psico-Poético.