Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Sobre o FLIGSP 2014!

Aumentar texto Diminuir texto
No último final de semana, aconteceu o 6º FLIGSP – Fórum do Interior, Litoral e Grande São Paulo, que existe desde 2007, e foi criado para discutir políticas públicas para as artes, feitas no Interior, Litoral e Grande São Paulo, lugares que ainda lutam por reconhecimento nessa área. Além de discutir o fazer artístico dessas regiões, os grupos se conhecem, se reconhecem e passam dias juntos discutindo as demandas dessas regiões e também a melhoria e criação de projetos e programas que os contemplem.

Nós, do Ôxe!, junto com outros integrantes da Confraria Poética Marginal, conhecemos esse fórum em julho do ano passado, em Osasco, onde passamos horas ouvindo e também expondo a realidade que vivemos para a roda de fazedores culturais que estavam presentes, e de lá saíram demandas e alternativas que garantam para garantir a permanência dos artistas em suas regiões.

Este ano lutamos pela equiparação na verba destinada à capital por meio do ProAC editais, e garantimos um aumento de 14 milhões no montante. Dessa forma estudamos e propusemos também novos editais específicos para as regiões do LIGSP. Isso só foi possível pelo envolvimento das pessoas em grupos de trabalho, que se encontravam e discutiam durante todo o período pré-fórum.

Um GT (grupo de trabalho) que estava ativo desde o fórum de Osasco, é o de articulação, que fez um riquíssimo trabalho de nos representar junto aos órgãos do estado, estudar o ProAC, fazer inúmeras reuniões com a Secretaria de Estado da Cultura, conversar com Deputados, escrever emendas, mobilizar pessoas para comparecer na ALESP, dentre outras ações que aconteceram. E para que os trabalhos avancem sempre, nesses dias, definimos outros grupos, que não estavam ativos, formou-se o GT de memória e comunicação externa, GT do Fundo Nacional de Cultura, GT de Mapeamento e comunicação interna, que irá mapear grupos e atividades culturais na região, garantindo que o fórum não se restrinja apenas há um encontro anual.

O fórum existe há oito anos, e sempre que terminamos as discussões, percebemos que estamos só no começo da luta, e ela nunca acabará, temos muito a fazer pra tentar garantir políticas justas para a área cultural no estado de São Paulo. Nosso próximo encontro, será em janeiro de 2015, mas enquanto isso, continuaremos trabalhando e todas as novidades desse movimento, você confere aqui no blogduoxe. E desde já fica o convite para que você, artista, articulador, produtor cultural e interessado nessa luta, participe dessa caminhada e nos ajude a possibilitar novas perspectivas para essas regiões.

Confira como foram os três dias do Fórum, e saiba mais sobre ele aqui.