Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Universo SEM FIM!

Aumentar texto Diminuir texto
No último final de semana, dias 07 e 08, aconteceu o último Girandolá Recebe... de 2013, encerrando um ano cheio de atividades culturais em nossa região. O projeto existe desde 2009 e traz todos os meses, diferentes atrações culturais pras nossas terras, onde muitos infelizmente ainda dizem que “não há o que fazer por aqui” ou “só temos cultura indo pra SP”. Pois quem ainda fala isso, provavelmente não conhece esse projeto, dentre outros relacionados à cultura, que traz espetáculos de música, dança e teatro pra cá, tentando subverter e alegrar um pouco a dura realidade que vivemos nas nossas cidades dormitório, onde muita gente está acordando e enxergando aspectos positivos de se viver aqui.

O espetáculo “Sem Fim”, da Confraria da Dança de Campinas, encerrou o ano de 2013, ano que o Teatro Girandolá recebeu diversos grupos que engrandeceram os palcos e espaços alternativos de Franco da Rocha e Francisco Morato.
A peça é resultado do projeto “Em volta de mim há um universo sem fim...”, que foi premiado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo e pelo Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna/2012. O espetáculo retrata de forma divertida e muito bonita as descobertas da ciência e origem do mundo que vivemos, explicando para as crianças as características do nosso lar, o planeta Terra e todo o sistema que o cerca. Mostrando como tudo isso é imenso e muito maior do que o nosso umbigo, né?! Somos apenas um ser pequeno, pequenininho que habita toda essa imensidão. Acompanhamos um pouco de como tudo isso começou através da dança dos bailarinos, que também nos mostraram cenicamente os estudos e novidades sobre a origem do mundo, com toda sua complexidade. Ainda estamos descobrindo como tudo começou, mas a pergunta que fica é: como tudo isso vai acabar? E o fim?

Tire suas próprias conclusões e confira as imagens abaixo, se não conseguiu ir, acompanhe a agenda do grupo AQUI e até 2014!