Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Bandas não decepcionam no primeiro Vitrine do Som

Aumentar texto Diminuir texto
Neste último domingo (05/05) rolou a primeira atividade do projeto Vitrine do Som da Secretaria de Cultura de Franco da Rocha que teve como primeiro estilo contemplado o Rock. Com uma grande estrutura (até meio exagerada) montada na praça Caieiras no centro da cidade, o evento propiciou um suporte bem bacana para as bandas Rat Sabbath (cover do Black Sabbath), Thin Lizzy cover e O Mandruvá, todas da região, que puderam mostrar um pouco da competência dos músicos desse pedaço da Grande SP.
Neste último domingo (05/05) rolou a primeira atividade do projeto

Com um pouquinho de atraso, um público ainda pequeno e bem acanhado, o evento começou com o Rat Sabbath que destilou em cerca de quarenta minutos, com muita propriedade, alguns dos incontáveis clássicos de uma das principais referências do metal. “Iron man”, “Sweet Leaf”, "Paranoid" estavam todas lá, com especial destaque para as sempre bem vindas pérolas do Volume 4 como "Snowblind"e a galera guerreira que não tem medo de chegar primeiro no evento. Depois foi a vez do Thin Lizzy cover que deu uma repassada na carreira da quase esquecida banda irlandesa que (para gente como eu que conhece muito pouco, quase nada da banda) foi uma grata surpresa. Destaque mais que especial para o pequeno e empolgado sãopaulino que curtiu muito o Thin Lizzy cover e fez de tudo: sensualizou no passinho, “tirou foto” com celular, agitou com os mais velhos e até ariscou um bate-cabeça. E para fechar com chave de ouro e mais público que foi chegando, sobretudo à noite, o sempre du-k-raio O Mandruvá. A banda que este ano completa dez anos de caminhada e já vai preparando uma grande festa, finalizou em grande estilo o evento com músicas e letras repletas de atitude e consciência, com direito a versões muito bem sacadas de Faith no More, Caetano Veloso e Bob Marley. Além da sempre contagiante energia e presença de palco da banda, destaque para a bonita homenagem que o Marcelo fez a sua filhinha que comemora aniversário nessa semana (Parabéns!) e super agitou com a galera.

Infelizmente o evento que iria até as 20h teve que terminar uma hora mais cedo para não atrapalhar a igreja; provavelmente por conta do som que, segundo alguns, estava chegando no cemitério. Acho que dá pra entender, né? De qualquer modo, bacana também é observar as diferentes pessoas, de diferentes “tribos”, que passaram pelo evento. Jovens, adultos, idosos e crianças, das mais diferentes “pegadas”, puderam (de uma maneira até bem democrática) curtir o evento. Algo que além de tudo mais, nos permitiu conhecer o simpático, comunicativo e um pouco confuso Sidney, a figura com quem trocamos algumas ideias durante o evento. Isso, dentre outras coisa, para mim evidencia algo que temos discutido em nosso coletivo e é pauta corrente em diversos outros: a absoluta falta e necessidade de espaços de convivência, lugares onde as pessoas possam simplesmente estarem umas com as outras. Quando surge a oportunidade, elas tratam de aproveitar, independente de estilos. Fica aí a reflexão, por hora confira como foi:


InfoOxe's 05-05-13_Rock album on Photobucket