Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Tá chegando a hora da decisão!

Aumentar texto Diminuir texto

Você tem certeza de quem vai escolher no dia 07? Sabe qual a situação judicial do seu candidato? Bom, a colaboradora Priscila Rabelo, daqui mesmo, de Francisco Morato, nos enviou uma carta pra tentar abrir os olhos da população moratense antes do dia da votação. Dê uma olhada e pense bem antes de votar, afinal de contas, quem você escolher ficará no comando por quatro anos, não é pra qualquer um. 

Abaixo o texto e que a sorte esteja ao lado da população!



População de Francisco Morato poderá ser enganada no dia 07 de outubro de 2012!!!

Há menos de uma semana para as eleições municipais, o que mais chama atenção não são as propostas dos candidatos, mas sim a situação judicial em que eles se encontram e a possibilidade de uso de má-fé para chegar ao poder público. Segundo o advogado e procurador da justiça, Miguel Dias Pinheiro, candidatos “Fichas Sujas” e inelegíveis tramam no interior para enganar o povo e burlar a lei, o mesmo ainda acrescenta que, mesmo impugnados vão usar todos os prazos e recursos possíveis até às 24h antes do pleito, quando deverão ser substituídos por “candidatos laranjas” que ficarão aguardando as “últimas ordens” para integrar a chapa do impugnado, que fez a campanha e adquiriu a simpatia popular para o partido ou coligação. A “jogada” é simples. Invariavelmente, o impugnado tem grande prestígio eleitoral e aceitação popular: Com isso, vai carregar seu “conceito” (entre aspas) até as últimas consequências. Na “hora H”, será substituído por outro nome menos expressivo eleitoralmente. E sai até como vítima dos adversários! No dia da eleição, não haverá mais tempo sequer para alterar a foto do impugnado na urna eletrônica e o eleitor é passado para trás votando em outra pessoa, mas que já teve o nome registrado no Cartório Eleitoral como candidato substituto.
Havendo dúvidas sobre quem serão os candidatos aptos procure se informar 24 horas antes das eleições no cartório eleitoral. A informação é um direito de todos.


Priscila Rabelo
Cientista Social / UFSCar