Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

terça-feira, 24 de julho de 2012

Dois candangos moratenses em Brasília – parte 2

Aumentar texto Diminuir texto

Domingão foi um dia quase todo dedicado às andanças pela capital do Brasil. Coisa de Turista mesmo. Fomos à torre de TV da cidade que é simplesmente inexplicável ser um ponto turístico (pô, é só uma torre... bem alta por sinal). A galera pega a maior filona pra subir de elevador e ficar vendo a cidade de cima. Ah, legal... E pensando bem, no pico do Jaraguá nem elevador tem... Enfim. Mas a fonte que fica encostada ali foi bem bacana, com direito a trilha sonora, “dança das águas” e molecada enlouquecida com a grama, com as águas, com o vento, enfim... sendo criança mesmo.

Erick e Corinna nossos anfitriões e guias
Mas pra variar, nos ferramos, pois com os preços das lembrancinhas nas alturas, acabamos não conseguindo comprar nenhum badulaque e só ficamos babando mesmo. Mais tarde, acompanhados pelos nossos guias, motoristas, fotógrafos e candidatos a casal 20 Erick e Corinna, demos mais uma volta pelas belezas “naturais” de Brasília: ponte JK (construída, inclusive o lago), Ermida (que na verdade é um mirante construído no alto do morro) e pôr-do-sol (esse sim natural).

Já de noite, fomos conferir a exposição sobre o livro de Saint-Exupery, “O Pequeno Príncipe” e, advinha só... nos demos mal. A exposição tinha acabado de fechar, coisa de minutos. Mas isso não impediu que a gente desse uma de turista perto do pequeno viajante. Estica daqui, sobe ali, invade um pouquinho o espaço, empurra isso pra lá e voilà! Confira o resultado aí embaixo:



Veja a primeira parte de nossas andanças em Brasília:

.