Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

quarta-feira, 13 de junho de 2012

O homem do saco

Aumentar texto Diminuir texto


Para por medo nos adultos
 

O que será que esse homem
tão sujo e rasgado
carrega no saco?

Será que são livros?
Será que são filhos?
Será que são dores?

Talvez sejam bichos
bem feios e fortes...
Talvez sejam contos
de todas as cores...

Cabeça de gente
macumbas, muambas
olhares, andanças
promessas de amores

Será que tem medo?
Será que tem nome?

Talvez esse homem
tenha sido criança
e dançado ciranda
e chorado por dores
e sonhado suas cores
em rimas banais

O que será que esse homem
tão sujo e rasgado
carrega no saco?

É fome!
É fome!
É fome!

Respondem latindo
seus amigos leais