Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

quarta-feira, 27 de julho de 2011

A tomada da FUNARTE pelo MTC

Aumentar texto Diminuir texto
Ontem foi um dia memorável para todos nós. Tivemos a honra e o privilégio de poder participar, ainda que muito humildemente, de um importante momento da história recente de nosso país. Manifestação absolutamente pacífica e muito bem organizada, encontramos e reencontramos diversos amigos e companheiros de caminhada presentes na ocupação do prédio da FUNARTE pelo MTC (Movimento dos Trabalhadores da Cultura) e diversos coletivos e artistas da cidade de São Paulo. Mais que isso, foi maravilhoso podermos encontrar gente que curtimos, admiramos e nos quais nos espelhamos unidos ali por uma mesma causa com a qual também nos identificamos.

Fora isso, um grande senso de coletividade envolvendo a todos, das pessoas que cuidavam da limpeza e organização do espaço, passando pelas diferentes comissões que se formaram até aos que se preocuparam em postar informações nas paredes, preparar o café ou cuidar da separação do lixo. Tudo feito com muito zelo e empenho, o mesmo zelo e empenho com que mais tarde se discutiria questões ideológicas e estratégicas do movimento durante a plenária. Um ótimo exemplo e lição, arriscamos dizer, para a classe artística em geral, sobre como podemos nos organizar, mobilizar e construir, nas palavras da Iná, “(...) um horizonte revolucionário”.


À noite tivemos a belíssima apresentação do grupo AfroBase (www.nacao.org.br/afrobase) que simplesmente arrebatou e envolveu a todos, culminando numa roda, em que todos puderam participar e dançar ao delicioso e absolutamente energético som dos tambores e ritmos afro. Logo depois, confecção de faixas, pausa para o café, conversas animadas, entrevistas e todos se posicionaram para participar da plenária e ouvir a sempre incisiva Iná Camargo Costa. Direta e intelectualmente instigante, a curta fala da Iná provocou diversas considerações e participações de diversas pessoas da plenária, o que gerou bastante discussão, estendendo um pouco mais o teto das conversas e, nas suas considerações finais, terminando com absolutamente todas as cerca de 300 pessoas aplaudindo a Iná de pé, o que foi seguido da entonação coletiva de diversas palavras de ordem e gritos de “É hora de perder a paciência!”. Em uma palavra, maravilhoso! Vale destacar também a presença e solidariedade do CSP-Conlutas (Central Sindical e Popular - cspconlutas.org.br) que estiveram presentes e garantiram o jantar do pessoal.

Abaixo você pode conferir a fala da Iná Camargo Costa na plenária, postado pelo pessoal do Cultura Já!:


Mais informações: www.culturaja.com

Para ver a primeira parte das imagens, acesse: blogduoxe.blogspot.com/2011/07/e-hora-de-perder-paciencia-direto-da.html


.