Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Inauguração do Centro Cultural de Franco da Rocha

Aumentar texto Diminuir texto
CCFR-006Nesta última sexta (13/05), deixamos as superstições de lado, chutamos o espelho para longe, pegamos o gato preto debaixo da escada e fomos conferir a inauguração do Centro Cultural de Franco da Rocha. Depois de meses de espera, o público e, principalmente, os artistas da região puderam conhecer as novas dependências do antigo Centro Comunitário. Agora reformado e com novo nome, instalações e equipamentos, o Centro Cultural de Franco da Rocha passa a ser um dos mais adequados espaços da região para os mais diversos tipos de apresentações e atividades artísticas.

O espaço ficou realmente muito bonito e a reforma foi bem caprichada e atenta. Vale destacar as acertadas mudanças da entrada, que agora tem acesso para cadeirantes e o espaço, brinquedos e pufes reservados para a criançada. Fora isso, a biblioteca da cidade agora ganhou um novo espaço dentro do Centro Cultural, que conta também com novos banheiros, palco, cadeiras e salas. Apesar do palco ter ficado um pouco mais estreito, ganhou camarins nos fundos e uma inexplicável porta de vidro entre os dois. Mas o grande destaque mesmo fica para a acústica e a nova iluminação: a reforma e substituição do teto melhorou muito a acústica e os novos equipamentos de luz já na estreia mostraram toda a diferença que farão.

Pudemos ver também a exposição de vários trabalhos de artesanato e artes plásticas locais, além das ótimas apresentações de coral e da Orquestra Jazz Sinfônica de Franco da Rocha. Destaque para a apresentação dos músicos de alto nível da Jazz Sinfônica que foram dos clássicos das big bands ao repertório mais popular e, em especial, a participação de músicos francorrochenses, saídos dos programas das bandas marciais das escolas municipais. Como bem lembrado pelo maestro, a exemplo de Caieiras e Francisco Morato, “(...) agora Franco da Rocha também tem uma orquestra de qualidade.”

Inaugurado praticamente com a tinta fresca na parede, ainda ficaram faltando alguns detalhes como comunicação de saída e dos banheiros, alguns cestos de lixo, bebedouros, cortinas e coisas assim. Mas a pressa se explica, segundo Paulo Braga, diretor municipal de cultura, pelo desejo de “(...) já em 23 de Junho termos o Centro Cultural em pleno funcionamento e aberto a todo o público”. Por outro lado, a proximidade das eleições do ano que vem parecem ter também um grande peso nisso, como ficou evidente pela demora excessiva nas falas dos vereadores, deputado e prefeito; o que acabou irritando algumas pessoas. Bem ou mal, crédito seja dado, já que (ao que tudo indica) a reforma foi fruto de articulação do Executivo e Legislativo municipal, através de emenda parlamentar.

Ao lado do Centro Cultural de Caieiras, agora Franco da Rocha se destaca com um dos espaço mais adequados para apresentações artísticas. Com uma vantagem até, já que o CCFR parece bem mais adequado para apresentações de teatro e dança. Fica agora a nossa torcida para que os dirigentes não só convidem os artistas locais para que ocupem o aparelho público, mas também que contratem estes artistas, valorizando seus trabalhos, para que tenhamos uma agenda contínua, democrática e plural, fazendo jus ao belíssimo espaço. Parabéns, Franco da Rocha! Agora é preciso ocupar.





.