Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Alcoólicos Anônimos - Você conhece?

Aumentar texto Diminuir texto
Quem, infelizmente, não conhece ou já conheceu uma pessoa com dependência alcoólica? Acredito que 99% vão dizer que sim. E muitas vezes são pessoas próximas e até mesmo familiares. Este é um problema de saúde pública que o Estado deveria ter mais atenção, o que não acontece como sabemos bem, e assim, alguma organização da sociedade civil tenta fazer a parte que o governo não faz. Estou falando de A.A. (Alcoólicos Anônimos), que muitos devem conhecer.
Bem, este grupo atua em todo o Brasil e se define como “uma irmandade de homens e mulheres que compartilham suas experiências, forças e esperanças, a fim de resolver seu problema comum e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo”.
Para fazer parte do grupo e participar das reuniões, o único requisito é o desejo de parar de beber e não há taxas ou mensalidades; eles se mantem graças às contribuições dos membros.
É importante lembrar que a A.A. não está ligada a nenhuma seita ou religião, nenhum movimento político, nenhuma organização ou instituição; não deseja entrar em qualquer controvérsia; não apoia nem combate quaisquer causas. O propósito primordial é “mantermo-nos sóbrios e ajudar outros alcoólicos a alcançar a sobriedade”.

Se você não sabia como ajudar, ou até sabia, mas faltava aquele empurrãozinho, esta a sua chance. Indique e se possível acompanhe esta pessoa.

Em Francisco Morato, o grupo se reúne no CIC - R. Tabatinguera, 45 - Centro.

As reuniões acontecem às quintas-feiras, as 20h e sábados, domingos e feriados, 18 horas.

Para saber mais acesse:

Fique a vontade para compartilhar situações, experiências ou casos que você presenciou ou viveu em relação ao alcoolismo.