Ops!!!

Não era bem isso que você esperava encontrar???

Mas não se preocupe, se você chegou até aqui
é porque ainda não sabe da grande novidade.

Pois bem, passamos por uma reformulação completa e agora mudamos de endereço. 

Oxe o que e

A partir de agora todo os posts publicados no blog do ÔXE! estão abrigados neste novo endereço.

Então sem mais delongas, para continuar acompanhando o ÔXE!, saber de todas as novidades da Associação Cultural CONPOEMA e do Teatro Girandolá, acesse:

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Caminhada pela Cultura Moratense

Aumentar texto Diminuir texto

Inconformados com o descaso total com que têm sido tratados, artistas moratenses realizarão, no próximo sábado, manifestação pública de repúdio com objetivo de chamar a atenção de toda a comunidade e exigir mais respeito, seriedade e competência por parte dos responsáveis pela gestão cultural de Francisco Morato. Historicamente alheia aos anseios e à condição do artista local, a diretoria de cultura tem privilegiado a realização de eventos pontuais que objetivam a mera visibilidade, em detrimento de ações voltadas à formação de públicos e capacitação de realizadores, demonstrando completa falta de visão, conhecimento e compromisso com questões básicas relacionadas ao trato com a cultura.

A caminhada contará com a adesão de representantes da sociedade civil do Conselho Municipal de Cultura, Núcleos de Ação Cultural, Teatro Girândola, Grupo Art & Faces, Instituto Viva Vida, estudantes, artistas e realizadores culturais de segmentos diversos, além de cidadãos cansados do descaso com que a cultura vem sendo tratada no município. Espera-se, também, a participação de representantes de outras cidades vizinhas.

Esta será a primeira de uma série de manifestações previstas; a comunidade local pretende reivindicar seus direitos de cidadania cultural e exercer marcação cerrada, aproximando-se da população e demonstrando a todos que ação cultural deve apontar para muito além das fáceis nádegas rebolantes, produtos da alienação e da massificação coletiva.

Data: 29 de agosto, sábado.
Horário: 14 horas
Local da Concentração (saída): Largo dos Artistas / Rua Gregório Gomes da Silva (próximo ao CIC e Bar do Tio).


Saiba mais a respeito de alguns dos fatores do inconformismo:
1. Embora a atual administração tenha assinado, conjuntamente com o Conselho Municipal de Cultura, um Termo de Compromisso para o Desenvolvimento da Cultura, até agora não se cumpriu um linha sequer do que fora acordado.

2. A Diretoria de Cultura, mais uma vez em conjunto com o Conselho, elaborou um Plano de Ação para 2009 que previa a realização de atividades básicas capazes de atender, minimamente, segmentos da cultura local. Até aqui, tal plano foi completamente ignorado, apesar de ter sido considerada, sobretudo, a escassez de recursos financeiros.

3. A Diretoria de Cultura, indicada politicamente por um vereador local, não demonstra competência para administrar o setor, muito menos a necessária criatividade para superar a limitação de recursos.

4. Existe no município, desde 2005, um mecanismo legal que favoreceria possíveis patrocinadores / apoiadores da cultura; mas existe apenas no papel, já que os gestores não demonstram preocupação em colocá-la pra funcionar. A despeito disso, não são medidos esforços para pedir apoio do comércio local para a realização de eventos grandiosos, que favoreçam a visibilidade de seus realizadores.

5. Apesar de insistentemente ressaltarem que “não se dispõe de recursos”, os grandes eventos continuam a acontecer, absolutamente desvinculados da realidade cultural de Francisco Morato. Mantém-se a tradicional prática de remunerar apenas os artistas de fora da cidade, em detrimento do artista local, simplesmente ignorado pelos realizadores de eventos e, mais ainda, pela Diretoria de Cultura.

6. O apadrinhamento político não permite que os critérios de competência e mérito norteiem a gestão da cultura municipal. Os realizadores artístico-culturais estão distantes da Diretoria, órgão que deveria agregá-los mas que demonstra completa incapacidade para tal.

7. A Diretoria de Cultura repete a maléfica lógica da administração anterior: alega falta de recursos e de tempo para se preocupar com projetos fundamentais de formação de público para as artes, mas está sempre disposta e atenta à política de realizar grandes eventos que em nada contribuem para a formação humana da comunidade.

8. Apesar de estar vinculada à Superintendência de Educação, a Diretoria de Cultura não consegue articular ambas as áreas, a fim de trabalharem conjuntamente na elaboração de programas e projetos que propiciem a formação cultural de jovens. Assim como não há diálogo com os representantes do Conselho, pelo fato de que os interlocutores da referida Diretoria simplesmente desconhecem a importância das questões levantadas pelos realizadores culturais.


Você sabe o que significa Política Municipal de Cultura? Sabe dos enormes benefícios que o tratamento sério dedicado à Cultura poderia acarretar? Pois bem: vá agora à Diretoria de Cultura e tente ver, na prática, se os responsáveis pela gestão cultural local sabem de que se tratam tais questões.

Pra depois não dizerem que não sabemos de tudo o que estamos falando.



Quer participar? Compareça no dia com sua alegoria, instrumentos, faixas, skate, o que quiser ou apenas em traje de luto. Quer ajudar a divulgar? Baixe os modelos de cartaz e panfleto abaixo, imprima e divulgue. A cultura moratense agradece!

Modelo de Cartaz (colorido, formato JPG): aqui
Modelo de Cartaz (colorido, formato PPT): aqui
Modelo de Panfleto (P&B, formato PPT): aqui